Michel Augusto

Blog

Evangelho, Catolicidade e Reforma

[Reflexões 500 anos]

Por Michel Augusto

 O marco protestante foi uma consideração consistente do retorno às Escrituras Sagradas, fazendo com que o Evangelho se tornasse amplamente acessível ao povo. Foi o movimento da Palavra, onde a pregação voltou a pulsar nos diversos púlpitos da Europa. Não significa dizer que antes da Reforma não houvesse nenhuma virtude do Evangelho, mas que o ápice se deu no século XVI. Após 500 anos, e um crescimento fenomenal da fé reformada no Brasil e em outras partes do mundo, faz-se necessário uma reflexão honesta do futuro dessa identidade. Vejamos:

  1. Precisamos de uma identidade reformacional, sem desprezar os aspectos da catolicidade da igreja cristã. Isso nos manterá humildes e com os pés no chão no tocante à tensão que existe entre igreja universal e local;
  2. Precisamos de uma identidade reformacional e nos perguntar: em que medida os evangelicais que buscam o equilíbrio na catolicidade cristã estão se distanciando dos marcos protestantes?
  3. Precisamos de uma identidade reformacional, considerando a diversidade e tratando das diferenças com mansidão e uma certa dose de humor, para não cairmos numa teologia absolutista e sectária;
  4. Precisamos de uma identidade reformacional, tratando das distorções atuais quanto à um evangelicalismo antidogmático e por outro lado, de uma fé reformada não dialogal com aspectos patrísticos.

Não vejo a necessidade de uma proposta ecumênica para corrigir as distorções que existem em todos os grupos cristãos, mas que pelo menos venhamos tratar a diversidade de forma respeitosa e honesta, buscando uma teologia fundamentada em marcos reformados, sem, contudo, desprezar os pontos cardeais propostos no Evangelho de Cristo, destacados na catolicidade cristã.

Michel Augusto é um cristão reformado, pastor, teólogo e advogado. Doutorando em Teologia Pastoral (Pregação) – EST (bolsista Capes). Mestre em Teologia (Musicalidade, Espiritualidade e Mídia) – EST. Bacharel em Direito e Teologia. É professor de Teologia Pastoral na FTRB – Faculdade Teológica Reformada de Brasília. Pastoreia a Igreja Batista Reformada Deus é Luz. Membro da Ordem de Ministros Batistas Nacionais/DF e OAB/DF. Áreas de pesquisa acadêmica: Pregação; Teologia Pastoral; Teologia da Musicalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *