Michel Augusto

Month: agosto 2016

O Senso do dever cumprido e a sensação horrível de “Nadar contra a Maré”

Nada melhor do que dormir com a consciência cristã tranquila! Dormir? Tem certeza? Após uma semana de ensino na igreja ou na faculdade teológica e um final de semana de exposições do Evangelho de Cristo, vem um sentimento de dever cumprido, mas ao mesmo tempo, uma sensação horrível de um desafio contínuo de “nadar contra a maré”. A pressão aumenta! Mesmo sabendo que a graça sempre estará conosco (2 Co 12.9), ou seja, que Ele não nos deixa na missão, é natural que sintamos a pressão e a responsabilidade do pastorado e ensino. O sentimento existe devido à alguns fatores. Senão, vejamos:

Por Michel Augusto

Read more

Entre o Real e o Virtual: A possível desconexão com o Evangelho

Estamos conectados! Ou desconectados? Bom, agora fiquei na dúvida. O certo é que estamos vivendo entre a conexão e a desconexão. Mas como assim? As redes sociais facilitou o encontro de pessoas distantes, no entanto tem revelado o desencontro entre outras pessoas, especialmente aquelas que tem a possibilidade de estarem próximas. Os relacionamentos virtuais não revelam quem nós somos de verdade. Se presencialmente já era difícil descobrir as armadilhas do ser, imagine virtualmente. Senão vejamos:

Por Michel Augusto

Read more

Desafios pastorais no contexto da espiritualidade do século XXI

Por Michel Augusto

         Tarefa difícil é definir a pós-modernidade, pois ainda vivemos com os resquícios da modernidade e em toda cultura há uma herança colonizadora que acompanha o desenvolvimento da  sociedade, trazendo assim uma mistura de características infindáveis. Mas existe algo bem latente no presente período que é a abertura para a espiritualidade, seja ela qual for. Tal abertura é boa, pois possibilita uma fluidez maior na expansão do Evangelho, mas pode se tornar uma arma apontada para a cabeça, caso não definirmos a fé de forma objetivamente bíblica e experencialmente baseada na mesma bíblia. Quando digo objetiva, não estou excluindo o Espírito Santo, mas reafirmando-o, pois Ele é o autor das Escrituras (2 Pe 1.21; 2 Tm 3.14-16). Sendo assim, segue alguns desafios para a pastoral do século XXI no tocante à espiritualidade.

Read more

Bíblia, tradição e história

Por Michel Augusto

        Todos nós temos um senso de curiosidade histórica. Tomemos como exemplo um filho adotivo que ao ser informado da adoção, expressa o desejo de conhecer as suas origens. Mesmo tendo sido bem cuidado e amado pelos pais adotivos, o adotado não se satisfaz e começa a cavar suas origens. Assim deveria ser o cristão. Digo deveria ser, pelo fato de não ser. A maior parte da igreja evangélica brasileira pouco se preocupa com história e tradição. A Bíblia está acima da tradição, e isso foi uma vitória da reforma protestante, mas a tradição não pode morrer, pois através dela é que conseguimos montar a árvore genealógica do pensamento cristão, dentro do contexto bíblico e da história da igreja propriamente dita. Sendo assim, os seguintes pontos, caso negligenciados, trarão muitos prejuízos para o povo de Deus:

Read more